É todo aquele que quer fazer da palavra "CUIDAR" o seu verdadeiro sentido de vida. Este Blog é nosso!
Terça-feira, 22 de Maio de 2007

Processos a quatro médicos


Quatro médicos do Centro Hospitalar do Alto Minho, em Viana do Castelo, poderão ver suspensa a sua actividade profissional, no âmbito de um processo disciplinar instaurado pela Inspecção-Geral de Saúde (IGS). Em causa está a morte de uma mulher, de 26 anos, duas semanas após ter tido um filho, e depois de se ter deslocado àquela unidade hospitalar diversas vezes.

A mulher teve o parto, por cesariana, a 11 de Janeiro de 2005 e duas semanas depois terá dado entrada no hospital com queixas de dispneia e dores ao espirrar. Foi medicada e teve alta. No mesmo dia, regressou e teve nova alta médica. No dia seguinte, voltou, por duas vezes ao Centro Hospitalar do Alto Minho, em Viana do Castelo, tendo, na última vez, sido diagnosticada uma pneumonia.

Apesar de ter sido aconselhada a não o fazer, a mulher terá recusado a terapêutica indicada e, com termo de responsabilidade, decidiu abandonar as instalações.

A 1 de Fevereiro, acabaria por entrar sem vida no mesmo hospital, tendo a autópsia apontado "para uma pneumopatia infecciosa de origem bacteriana com ponto provável no útero".

A Inspecção-Geral de Saúde abriu um inquérito para apurar os factos e avançou agora com quatro processos disciplinares aos médicos que assistiram a mulher. Segundo o relatório, a averiguação do caso indica "uma assistência médica que não foi absolutamente correcta" e refere ainda "má prática médica" ou ainda "violações da boa e adequada conduta médica".

Contactada pelo "Jornal de Notícias", fonte da Administração do Centro Hospitalar do Alto Minho referiu "que este processo é sigiloso e que por tal nenhuma reacção ou comunicação seria possível".


Miguel Rodrigues

in Jornal de Notícias, edição do Norte (22 de Maio de 2007) (excepto imagens)

 

 

 

publicado por 100STRESS às 21:22

Não percebo o que é o que o título do teu post tem a ver com o conteúdo da notícia.
De qualquer forma, como profissional de saúde que vais ser, não te fica lá muito bem este tipo de comentário relativamente ao trabalho dos médicos (que desconheço se foi negligente).

De qualquer modo, importa realçar que: "a mulher terá recusado a terapêutica indicada e, com termo de responsabilidade, decidiu abandonar as instalações."

Saudações
Pedro Morgado
Pedro Morgado a 23 de Maio de 2007 às 00:10

Saudações Pedro Morgado.

Não quero com o meu post denegrir nem atribuir culpas a quem quer que seja.
Não atribuo neste caso culpas a ninguém, muito menos aos médicos (tenho-os na minha família), pois acredito que tenham feito tudo ao seu alcance segundo a ética vigente.
Se culpas se tivessem que atribuir, seria mesmo à mulher em causa e pelos motivos que são noticiados e tu referes.

Quanto ao título do post , a minha intenção é dar audiência à TVI... (brincadeira) Pelos vistos fui infeliz no título escolhido e se com isso posso ser mal interpretado, peço imensas desculpas e vou já mudá-lo.

Obrigado pelo comentário e força para o teu Braga.

Isso em Portugal é uma vergonha. Faz falta o meu pai e outros como ele irem de Espanha para aí
António a 25 de Maio de 2007 às 05:40



mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11

13
16
18

25
26

27
29
30


últ. comentários
Olá, primeiramente quero parabenizar o blog, didát...
Existem erros graves neste post. As imagens estão ...
Ouu..Muito bom o seu blog..vs tá de parabénns
Querido colega,È uma imensa alegria ver que futuro...
lindo blog
Muito bom só faltou falar da tripartide
Em breves palavras tenho dito que, a CIPE é uma ev...
Não tem nada há ver. Científicamente não existe ne...
É possivel ter o sindrome do tunel capico sem sent...
Gostei muito do seu blog, também sou estudante.Est...
arquivos